Notícias

08 de FEVEREIRO DE 2021

Inep divulga dados da 1ª etapa do Censo Escolar 2020

Matrículas na educação profissional sobem 1,1% em relação a 2019

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou a primeira etapa da pesquisa estatística da educação básica, o Censo Escolar 2020. O levantamento abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica: ensino regular, educação especial, EJA e educação profissional.  

Especificamente sobre educação profissional, os dados apresentados mostram que o número de matrículas subiu 1,1% em 2020, se comparado com o ano anterior. O número de alunos saltou de 1.914.749 para 1.936.094.  

Aos analisar os últimos cinco anos é possível notar um aumento gradativo no número de matrículas, com exceção de 2017 que apresentou uma pequena queda. Entre 2016 e 2020, o número de matrículas cresceu 4%. Veja o gráfico abaixo:

Evolução da matrícula na educação profissional no Brasil no período de 2016-2020 (Fonte: Inep)

Os dados acima também evidenciam que grande parte das matrículas na educação profissional são em instituições públicas. No último ano, do total de alunos matriculados em cursos técnicos, 62% estavam em instituições públicas e 38% em privadas.  

O Censo Escolar 2020 também trouxe informações sobre a distribuição da matrícula de educação profissional por etapa e modalidade de ensino.  

Em 2020, quase a metade dos alunos (48,4%) estava matriculada na modalidade Subsequente ao Médio, que é direcionada aos estudantes que já concluíram o ensino médio. Além disso, 32% alunos optaram por cursar o Médio Integrado e 12,2%, o Médio Concomitante.

Por fim, 7,4% escolheram por Magistério, EJA-Médio Integrado, FIC-Concomitante ou FIC-EJA. O gráfico abaixo traz detalhes dessa divisão.

Distribuição da matrícula de educação profissional por etapa/modalidade de ensino Brasil 2020 (Fonte: Inep)

O Censo Escolar é realizado em colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de Educação, com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país. Os resultados da pesquisa de 2020 retratam a situação das escolas em um contexto que precede a pandemia, não refletindo, ainda, seu impacto na educação. Já a segunda etapa da pesquisa terá uma importância crucial na compreensão das consequências causadas pelo novo coronavírus na educação.

Para saber mais, acesse o site do Inep.

Termos de uso e política de privacidade