Notícias

27 de setembro DE 2021

Evento on-line traz resultados de pesquisa com jovens sobre a EPT

Webinário apresentou pontos relevantes de percepção dos jovens e estimulou debate entre especialistas

O Itaú Educação e Trabalho promoveu no dia 24/09 o webinário “O que pensam os jovens sobre o ensino técnico?”. O evento foi transmitido ao vivo pelo YouTube e apresentou os resultados de uma pesquisa realizada pelo IET em conjunto com a Fundação Roberto Marinho e a Plano CDE, com dados quantitativos da percepção dos jovens sobre a Educação Profissional e Tecnológica no país.

A pesquisa avaliou além da percepção, o conhecimento dos jovens sobre o Ensino Técnico e a consideração em cursar essa modalidade. Os resultados foram apresentados por Rafael Camelo, diretor de avaliação da Plano CDE, que destacou os principais aprendizados e desafios.  

Rosalina Maria Soares, assessora de Pesquisa e Avaliação da Fundação Roberto Marinho, ressaltou a importância de ouvir os jovens neste contexto. “Precisamos da sociedade inteira para fazer uma implementação bem-sucedida do itinerário 5 (itinerário técnico e profissional do Novo Ensino Médio). O jovem quando não termina o Ensino Médio perde tempo, qualidade de vida, mas o país inteiro perde, porque o jovem se torna menos produtivo.”

Aléssio Trindade, professor titular do Instituto Federal da Paraíba, destacou que “o principal desafio para implementação do itinerário tecnico é dar oportunidade de alguém ter renda. Isso envolve ter clareza do currículo, das competências e habilidades, da articulação.”

A diretora geral do projeto Eu Vivo Favela, Lays dos Santos, trouxe a visão dos jovens para o debate: “precisamos entender de qual forma a educação faz links com o mundo do trabalho. E entender que o Ensino Técnico é uma oportunidade de criar esse link e trazer o jovem para debater profissões, sonhos, futuro, planos de vida. Precisamos pensar na implementação da modalidade, mas também nas realidades que permeiam a juventude.”

Ana Inoue, superintendente do Itaú Educação e Trabalho, complementou que “quando a gente olha para o mundo do trabalho hoje, conseguimos enxergar que o desenvolvimento profissional de qualquer pessoa vai acontecer ao longo da vida, pressupõe existência de muitas etapas. Entendemos a Educação Profissional e Tecnológica como parte da etapa inicial desse desenvolvimento profissional.”  

Foi um debate muito rico, com participação ativa do público, que enviou perguntas por meio do chat e permitiu ampliar as análises sobre os resultados da pesquisa e os desafios que ela mostra. Clique aqui e assista a gravação do evento na íntegra.

Termos de uso e política de privacidade